Conecte-se conosco

REGIÃO

Grave acidente é registrado na SP-255

Um grave acidente foi registrado na tarde do último domingo (12) no km 176 Rodovia Otávio Pacheco de Almeida Prado (SP-255), que liga Jaú a Igaraçu do Tietê.

Imagens de circuito da concessionária que administra a Rodovia começaram a circular nas redes sociais mostrando detalhes do acidente. No vídeo, é possível ver o momento em que o condutor de um Renault/Logan, que trafegava no sentido Barra-Igaraçu, perde o controle do veículo na curva e colide frontalmente com um caminhão que ia pelo sentido contrário.

O motorista do automóvel, um homem de 55 anos, ficou preso nas ferragens até ser socorrido por equipes da Concessionária ViaPaulista com a ajuda de populares. O homem foi encaminhado para a Santa Casa de Jaú e o estado de saúde é grave.

O motorista do caminhão não se feriu. As causas do acidente ainda estão sendo investigadas.

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

POLÍCIA

Confusão envolvendo prefeita termina na delegacia

A prefeita de Vera Cruz, Renata Devito (PSDB), se viu envolvida em uma confusão com um policial civil na última sexta (14), em São Roque.

A prefeita, que voltava de viagem a São Paulo dirigindo um veículo oficial da Prefeitura de Vera Cruz, foi abordada pelo policial à paisana em um centro de compras às margens da rodovia Castello Branco (SP-280). O policial achou que a prefeita estava usando o carro oficial a passeio.

Em nota, a prefeita informou que havia parado no local com sua equipe para almoçar. Ela diz ainda que foi ameaçada com arma de fogo e que o subprocurador de Vera Cruz, que a acompanhava, foi agredido.

A Polícia Rodoviária foi acionada e o policial civil envolvido na história foi detido por lesão corporal e dano ao patrimônio, uma vez que o mesmo danificou o veículo que transportava a prefeita. A Secretaria de Segurança Pública do Estado informou que o policial pagou fiança e foi liberado.

O caso segue sendo apurado pela Corregedoria da Polícia Civil.

Continue lendo

POLÍCIA

Polícia Civil esclarece morte do taxista Antônio Moura

Taxista Antônio Moura foi morto no último dia 21 (Foto: Reprodução/Internet)

A Polícia Civil prendeu hoje o casal suspeito do latrocínio do taxista de Bocaina Antônio Moura. Equipes da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) cumpriram mandados de prisão temporária contra T.V.D.P de 31 anos, e de G.D.S.A de 29 anos, companheira do primeiro suspeito. O veículo Hyundai HB20 de cor preta, que pertencia ao taxista, foi apreendido com o casal. Participaram da operação policiais de Bocaina e de Mococa, cidade onde o veículo foi encontrado.
De acordo com a Polícia, o casal orquestrou o crime com a intenção de roubar o veículo da vítima, uma vez que contrataram uma viagem da cidade de Bocaina a Bariri, na noite do dia 21 de janeiro, mas não conseguiu executar o plano durante o percurso. Quando voltaram para Bocaina, num local afastado, a mulher estrangulou o taxista utilizando uma corda enquanto o homem o segurava.
A dupla jogou o corpo da vítima no rio Jacaré Pepira, onde um cadáver em avançado estado de decomposição foi encontrado apenas no dia 03 de fevereiro. Familiares reconheceram o corpo de Antônio pelas características visuais, mas o resultado do exame de DNA ainda não está pronto.
O casal foi conduzido até a Delegacia de Investigações Gerais de Jaú para oitivas e demais diligências. O veículo da vítima também foi conduzido até a CPJ para os necessários exames periciais, sendo que as placas do mesmo se encontravam no porta-malas, onde foram deixadas pelo próprio casal

Continue lendo

REGIÃO

Dengue: 22 casos já estão confirmados em Jaú

Foto: Divulgação

A Secretaria de Saúde de Jaú confirmou, por meio da Vigilância Epidemiológica, a existência de 22 casos de dengue na cidade até o dia 4. Desses, ao menos 14 são autóctones, ou seja, de contaminação no município.

Desde o início de janeiro, a Prefeitura tem informado a população sobre os riscos de contaminação e pedido a colaboração dos moradores. “Precisamos ficar atentos aos criadouros do mosquito. Estamos encontrando vários focos nas residências, especialmente em vasos. Solicitamos a colaboração e a conscientização dos jauenses para fiscalizar todos os locais das casas para não deixar água parada”, disse a secretária de Saúde Márcia Nassif.

A mobilização por parte da Prefeitura para evitar uma epidemia como a registrada em 2014, quando estima-se que 10 mil pessoas tenham sido contaminadas, tem sido grande. Desde o final de janeiro, a Administração Municipal tem realizado arrastões de limpeza nos bairros. Segundo Nassif, o objetivo dos arrastões é orientar os moradores a eliminarem do interior dos quintais objetos potenciais criadouros para as larvas do mosquito, como pneus, latas, garrafas pet e outras embalagens inservíveis.

Segundo Leila Garcia Rossi, responsável pela Vigilância Epidemiológica na cidade, a quantidade de focos que os agentes de combate a endemias tem encontrado nas residências é preocupante. “Nossos agentes têm encontrado muitos focos do mosquito, principalmente em pratos de plantas. Nesse período de chuvas é necessário que as ações de eliminação dos criadouros sejam intensificadas. Combater a dengue é um dever de todos”, afirma.

Nassif reforça que é preciso colaboração dos moradores para que os mosquitos não consigam se reproduzir. A secretária destaca, ainda, que o risco de contaminação é elevado nessa época do ano. “Colaborem conosco e com os agentes. Com a chegada do carnaval, há um aumento do número de transmissões da dengue, pois o grande número de turistas nos carnavais de rua pode ser um ‘coquetel explosivo’ para que a doença se espalhe em nossa cidade. O perigo é para todos. O combate também é de todos. Se o mosquito Aedes Aegypti pode matar, ele não deve nascer”, declarou.

Continue lendo

Mais lidas

Folha Um - Todos os direitos reservados.