Conecte-se conosco

ORSON PETER CARRARA

Centenário de Hermínio Miranda

Ele nasceu no dia 5 de janeiro de 1920, em Volta Redonda-RJ. Alcançamos o centenário de nascimento de um escritor e pesquisador espírita, de raro talento. O conteúdo doutrinário de suas pesquisas, transformadas em variados livros, se expressam na qualidade de seus textos, em narrativas repletas de pleno raciocínio com os princípios doutrinários do Espiritismo, recheadas da emoção de suas vivências e experiências acumuladas ao logo dos decênios.

No portal wikipedia podemos extrair alguns traços biográficos para bem situar o leitor, especialmente os mais jovens, não habituados com a produção do autor em referência:

Formou-se em ciências contábeis em 1947, pela Escola Técnica da mesma cidade onde nasceu, onde passou a lecionar contabilidade bancária e comercial. Ingressou na Companhia Siderúrgica Nacional – a conhecida CSN – em 1942 na, onde se aposentou no primeiro escalão em 1980, tendo servido no escritório de Nova Iorque, EUA, de 1950 a 1954. Casou-se com Inez Chiarelli de Miranda, com quem teve três filhos: Ana-Maria, Marta e Gilberto.

Publicou contos, crônicas e artigos de teor literário, filosófico e técnico. Escreveu um romance inédito, a despeito da opinião elogiosa de Érico Veríssimo e publicou outro chamado Resposta a Josué, em 1946.

Tendo se tornado espírita em 1957, escreveu sua primeira obra espírita, Os procuradores de Deus, um estudo de natureza filosófica acerca do problema da vida e da morte, lançado em março de 1967 pela Edição Calvário. Autor de mais de 40 livros, dentre eles, diversos clássicos da literatura espírita, como Diálogo com as sombrasDiversidade dos carismas e Nossos filhos são espíritos, que já atingiram mais de 1.400.000 exemplares impressos. E também foi tradutor. Grande parte de seus direitos autorais foi cedida a instituições filantrópicas.

Sua produção literária é extensa em vários campos do conhecimento humano. Não pude ainda ler todos os seus livros, mas do quase uma dezena que pude ler, realmente os três citados no parágrafo anterior ficaram marcantes para mim. Inclusive do Diversidade dos Carismas, transformei o último capítulo no livro Tarefa dos Enxovais.

Faleceu em 2013, no dia 8 de julho, aos 93 anos de idade.

Alcançando o centenário de nascimento de tão importante nome da literatura espírita, não poderíamos deixar passar em branco uma forma de homenagem de gratidão ao grande escritor e pesquisador, estimulando o leitor a pesquisar suas obras. O legado literário é muito expressivo e não pode ser ignorado. Há que se manter esse esforço de pesquisa ao alcance daqueles que buscam compreender a vida, seus dramas, suas lutas e conquistas, na visão lúcida de um grande humanista. Obrigado Hermínio. Sugerimos ao leitor buscar mais informações e também a conhecer os livros do expressivo escritor.

Continue lendo
Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Facebook

Matérias recentes

Mais lidas

Folha Um - Todos os direitos reservados.